Paisagista x Jardineiro: Qual a diferença?

Paisagista ou jardineiro

Em tempos de concentração das populações em grandes centros urbanos, vemos nossos espaços cada vez mais cinzas e surge, com isso, a percepção coletiva da importância do verde, da natureza e das coisas vivas no cotidiano. Alguns buscam trazer a natureza para perto por conta própria, com suas plantinhas em seus apartamentos ou casas, em jardins ou mesmo no interior tornando o espaço mais terapêutico, saudável e aconchegante. 

Por outro lado, temos também aquelas pessoas que buscam essa aproximação com a natureza, mas sem precisar demandar maiores esforços e, para isso, procuram algum profissional especializado em modificar seus espaços verdes. Nessa procura, deparamos com dois tipos de profissionais: o paisagista e o jardineiro. Confunde-se muito o papel desses profissionais dentro do processo paisagístico e buscaremos aqui diferenciar o papel de cada um, descrevendo suas as características.

O jardineiro

O jardineiro é o responsável, como o nome sugere, por jardins. Tudo o que tange a implantação e manutenção de jardins, é função do jardineiro. Desde a preparação e limpeza do terreno, preparo do solo, adubação, plantio, tratos culturais, regas e qualquer tipo de manejo que seja benéfico para esses espaços. São profissionais que obtiveram seus conhecimentos de maneira empírica, tendo o dia-a-dia como seu principal professor ou através de algum tipo de formação técnica em jardinagem.

O paisagista

O paisagista, no entanto, não possui apenas o embasamento empírico e técnico, mas também o acadêmico. São profissionais que tiveram em suas cadeiras, disciplinas para dar suporte no desenvolvimento de espaços verdes. São eles: engenheiros agrônomos, arquitetos, engenheiros florestais e biólogos. Profissionais que possuem alguma dessas formações e se especializam em paisagismo têm capacidade de projetar e coordenar a implantação de projetos de paisagismo, compreendendo todos os aspectos importantes que atuam na paisagem externa. 

Quando se contrata um paisagista, se espera que sejam feitos estudos das condições de solo e clima, para que na sequência a escolha das espécies botânicas seja a mais assertiva possível, de modo a garantir a longevidade do espaço verde. Além disso, o paisagista também busca compor a paisagem de forma harmônica levando em consideração além dos aspectos estéticos, os desejos, as necessidades e a rotina de seus clientes, criando assim, um projeto completamente personalizado. Vale destacar que o paisagista não se limita somente a escolha de espécies botânicas, mas também à utilização de outros tipos de elementos paisagísticos como pergolados, lagos ornamentais, acessos, escadas, pavimentos, iluminação, dentre tantos outros.

Muitas pessoas desconhecem quais as funções desses dois profissionais e acabam contratando jardineiros, devido ao menor custo, para realizar paisagismo. O resultado final nunca será o mesmo se comparado com um projeto feito por um paisagista. Muitas vezes, os próprios profissionais de jardinagem vendem os seus serviços como “paisagismo”, seja por desconhecimento das diferenças dessas atividades, seja por má fé.

Após essa explicação, podemos ter uma boa noção de que esses dois profissionais atuam de maneiras diferentes, mas isso não significa que uma atividade exclui a outra. O jardineiro é fundamental dentro do processo paisagístico, na implantação e manutenção dos jardins e seu trabalho, se bem executado, garante o sucesso de tudo aquilo que foi projetado anteriormente pelo paisagista. Busquem sempre contratar o profissional exato para cada tipo de objetivo, para que se evitem possíveis dores de cabeça.

Decidiu contratar um paisagista? Então entre em contato com a gente!

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Siga-nos nas redes sociais

Quer atualizar seu jardim?

HEDERA
faz pra você!

Entre em contato e solicite uma visita ; )
Clique aqui
Veja mais posts

Contato